{Resenha} O Monge e o Executivo, de James C. Hunter - Keila

Título: O Monge e o Executivo - A essência da liderança;
Autor: James C. Hunter;
Editora: Sextante;
Páginas: 139

"Você está convidado a juntar-se a um grupo que durante uma semana vai estudar com um dos maiores especialistas em liderança dos Estados Unidos. Leonard Hoffman, um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes. Se você tem dificuldade em fazer com que sua equipe dê o melhor de si no trabalho e gostaria de se relacionar melhor com sua família e seus amigos, vai encontrar neste livro personagens, idéias e discussões que vão abrir um novo horizonte em sua forma de lidar com os outros. É impossível ler este livro sem sair transformado. O Monge e o Executivo é, sobretudo, uma lição sobre como se tornar uma pessoa melhor."

O livro "O Monge e o Executivo - A essência da liderança" de James C. Hunter é uma obra de ficção narrada em primeira pessoa por John, um pai, empresário e professor que começa a sofrer desentendimentos com seus filhos, o time e os empregados da empresa. Resolve, então, instigado pela sua mulher, a participar de um retiro em um mosteiro, onde aprenderá sobre liderança com Leonard Hoffman, um famoso empresário que após anos de sucesso, abandona sua carreira para se tornar um monge. Com ele, John aprenderá a diferença entre autoridade e autoritarismo, além das verdeiras características de um líder.

O livro pode parecer primeiramente uma tipica obra de auto-ajuda, por isso adiei sua leitura durante anos. Mas, finalmente, partindo do princípio que nenhuma obra é tão ruim, que você não possa tirar algo dela, resolvi lê-la e... me arrependi de não tê-la lido antes.

Como professora recém-formada, aprendi desde o início do curso a importância da autoridade em sala de aula e todo aluno sabe que turmas angelicais são mais raras que diamantes. Mas apesar de anos estudando, aprendi novos conceitos e uma nova perspectiva sobre liderança com o livro.

Talvez, para nós, jovens, o termo liderança possa parecer algo ainda distante e um pouco irreal. Mas é algo que está presente no nosso cotidiano. Afinal pais são líderes, assim como professores, juízes, políticos, entre tantos outros que assumem uma responsabilidade sobre alguém. O livro me fez então, refletir sobre as ações de alguns desses dirigentes e até sobre as minhas, percebendo os momentos em que não agi com autoridade em sala de aula.

E apesar da obra tratar sobre, como um amigo me disse, coisas que todos sabem, ela aprofunda esses conceitos, nos dando a oportunidade de refletir sobre eles.

A história possui uma linguagem simples e agradável. Os personagens são bem construídos e suas diferentes funções (uma diretora, um sargento do exército, etc.), nos oferecem a possibilidade de observar a liderança em suas diferentes perspectivas.

Por fim, não é uma obra para se distrair ou para viajar para outro mundo, porém é uma história para explorarmos o nosso próprio mundo e refletir sobre como os líderes agem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui