{Dia de Divulgação} Meus Ritmos, a vida como nunca foi vista - Gusttavo Majory

Gente, me digam, que dia é hoje? Sexta-feira, ou seja, dia de divulgação!

Talvez alguns não saibam, mas com a nossa volta, começamos essa coluna, onde autores não parceiros terão seu trabalho divulgado. Os mesmos deverão apenas enviar um e-mail para laryeris@gmail.com ou literaturampp@gmail.com com o que desejam que seja postado (livros, sinopses, bios, booktrailers, convites para eventos, promoções...) e nós agendaremos em uma sexta.


O livro de hoje é "Meus Ritmos, a vida como nunca foi vista", composto de poemas de Gusttavo Majory. Como ele não possui uma sinopse, pedimos ao autor que nos respondesse algumas perguntas, que estarão ao longo da postagem.



Quais sentimentos ou mensagem você quis passar ao escrever seu livro?

Posso explicar isso com o titulo da obra: Meus Ritmos = quando se fala tudo que está escrito dentro da obra deixa de ser apenas meu e se torna uma coisa da pessoa que esta lendo. A vida como nunca foi vista = são os sentimentos como são... com a correria do dia a dia deixamos os sentimentos de lado e no final acabamos banalizando coisas tão importantes como o amor, a família, amizade, sociedade.







Como surgiu sua ideia e o que te inspirou a ir até o fim?


A história da livro é bem doida... Sempre escrevi meus poemas e por conta da timidez nunca mostrei pra ninguém até que um dia uma amiga minha de atrevida pegou um que eu estava escrevendo em cima da mesa e gostou. Depois disso a vergonha passou e ela e meus outros amigos começaram a falar pra eu montar um livro... O difícil foi escolher os poemas certos, pois são mais de 200. O que mais me inspira é o cotidiano, os amores mau resolvidos (risos).

Sua história:


No dia 08 de setembro de 1995 na cidade de Divinópolis interior do estado de Minas Gerais nascia Gusttavo Majory de Rezende Gomes, o segundo entre quatro irmãos. Seus pais mal sabiam o que o destino lhe reservava, escritor, compositor.

Começou logo cedo a trabalhar vendendo os doces que sua tia fazia, começou na escola, mas logo foi junto a ela vender em uma barraquinha da praça no centro da cidade, mas o negócio não foi para frente.

Estudou até o seu primeiro ano do Ensino Médio na escola da rede estadual Ilidio da Costa Pereira e por divergências com os colegas de sala, tomou iniciativa e decidiu mudar de escola no ano seguinte. Lá estava ele ainda na rede estadual, mas na escola Dona Antônia Valadares onde finalmente encontrou seus verdadeiros amigos, com quem ainda mantém contato. No final daquele mesmo ano conseguiu um emprego no programa da prefeitura de sua cidade o Pró-Adolescente onde a Prefeitura contratava jovens de 15 até aos 18 anos para trabalharem com suas carteiras assinadas.

No ano seguinte no dia 04 de abril do ano de 2012 participou de seu primeiro concurso de redação o “Concurso Cultural Sobre o Centenário de Divinópolis”, onde concorria com os jovens do programa Pró-Adolescente da cidade, no concurso era disputado redações e desenhos; optou apenas pela redação que por fim conquistou o primeiro lugar.

No ano seguinte concluiu o Ensino Médio ainda na escola Dona Antônia Valadares, mas logo de início teria que deixar seus amigos mudando de turno para continuar trabalhando e começar a fazer o curso de Técnico em Informática no Centro Educacional Conceição Ferreira Nunes mais conhecido como CECON da cidade de Divinópolis.

No próximo ano já com o Ensino Médio concluído Gusttavo Majory ficou por certo tempo desempregado, neste mesmo ano formou em seu curso Técnico.

2014 já começou repleto de promessas, mudou de cidade, estudou no colégio técnico da UNA e lançou seu primeiro livro “MEUS RITMOS, A VIDA COMO NUNCA FOI VISTA” por fim largou o curso pois não alcançou o que esperava.

Seus planos para o futuro seria fazer faculdade ainda fora de sua cidade natal deixando para trás boas e más lembranças. Sonhando em fazer um curso superior que lhe traga prazer e satisfação.

Por que as pessoas deveriam ler seu livro? 


Porque as pessoas devem ler meu livro?! Não porque é de um autor com 19 anos que fala de amor e decepções, mas porque é um livro fantástico, repleto de sentimentos verdadeiros, que não agrada apenas o publico mais velho e sim o publico jovem! Nele estão escritos sentimentos difíceis de se expressar, está escrito o que você queria dizer, mas não encontrava as palavras certas.

Podem encontrá-lo no instagram e facebook e para mais informações ou compra de seu livro, acessem o site. Até semana que vem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui