{Caixa de Correio + Leituras do Mês} Setembro - Lary

Olá pessoas! Pois é, eu voltei! A diferença é que hoje estou trazendo mais um post das colunas “Caixa de Correio” e “Leituras do Mês” para conversar com vocês, já que estou no extremo da chatice e nesses momentos, nada é melhor do que se enfurnar escrevendo.
Talvez alguns queiram saber, outros não, a razão do meu sumiço nesses últimos tempos. Para os interessados (mil beijos a vocês!) eu passei por um período de autoconhecimento, no qual tive aconselhamento psicológico profissional e muito, muito estresse. Descobri que sou liberal, a ponto de futuramente me tornar indiferente. Compreendi que não sou apenas introvertida, mas seletiva e posicionada. Aceitei que sou desorganizada, apesar de detalhista, e tenho uma carência afetiva que não vejo razão para ser suprida.
Soube que tinha mais um irmão (quando o mesmo já tinha dois meses) e o conheci (a pouco mais de uma semana, ele com seus quase oito meses), aceitando então que por mais que me force, não creio em laços de sangue e nem em respeito por posição social ou familiar, ele tem de ser conquistado. Decidi que não terei filhos (tive certa doença e as chances de que meus filhos a "herdem" (ponho entre aspas porque existem muitos detalhes envolvendo tal questão) são de 5%. Não acho justo condenar alguém a sofrer.
Percebi que mesmo com dezesseis anos, não me sinto adolescente. Não me vejo saindo com amigos, indo a festas, “curtindo” as pessoas. Tenho o emocional instável e a necessidade de agradar de uma criança e o posicionamento de alguém mais maduro, que por vezes me fazem sofrer desnecessariamente por coisas que, por hora, não tenho poder de mudar. Pude enfim, me respeitar. Percebi que não é por ser diferente que não tenho direito a falar e que por mais que desagrade alguns, posso trabalhar minha consciência para não me importar. E é o que estou fazendo.
Agora, imaginem vocês quanto tempo eu levei para assimilar tudo isso. Nesse processo – do qual apenas eu e minha mãe sabíamos – perdi minha melhor amiga (ou nem tanto), fiz a prova das Olimpíadas de Químicas do RS (colegas que foram bem, posso não ter dito, mas tiro meu chapéu a vocês), comecei a expressar o que penso e sinto e vi que apesar de desagradar alguns, essa é uma via de mão dupla. Eles desgostam do meu jeito e das minhas opiniões, eu desgostos das deles e nós simplesmente teremos de nos afastar ou aprender a conviver, pois afinal, o que seria da vida se fossemos todos iguais e não existissem desafios?
Enfim, talvez tenha me estendido demais e não sido coerente, mas fui sincera e adivinhem: agora vocês sabem como eu raciocino. Sim, é dessa forma desconexa que vai de um assunto a outro e conecta tudo, mesmo quando não deve. Aliás, é provável que alguns de vocês pensem que algumas de minhas conclusões são bobas ou óbvias: percebem assim o grau de desconhecimento que tinha de mim?

Mas agora, já com o coração aberto, vamos aos livros. Vou manter o formato inspirado na minha atual blogueira, a Mari, do s2 Ler. Hoje estarei falando sobre as leituras e novidades na estante de setembro, mas ainda farei dos meses anteriores, só não estipulo datas.

COMPRAS, CORTESIAS E PRESENTES:



- Dark House – Experimente o Terror Vol.1 – Karina Halle (Ed. Única). Recebi DARK HOUSE de parceria com a editora e foi uma agradável surpresa. O livro é narrado em primeira pessoa e a personagem principal, Perry Palomino, é incrível. Sarcástica e problemática é o modelo do jovem impopular de hoje, só que aos 22 anos, ou seja, enfrentando a vida adulta e a dúvida quanto ao caminho que deve seguir. E isso tudo, é claro, enquanto vive uma aventura em um farol assombrado junto a um operador de câmera de shownet sombrio e inconfiável chamado Dex (impossível não se apegar a ele). A escrita da autora é super leve e o livro tem um ritmo acelerado, mas cheio de detalhes, praticamente sem romance, apenas insinuando que algumas coisas podem acontecer nos próximos (sete) livros. Falarei mais dele na resenha e no post de leituras de outubro.

- Dias Melhores Virão – Jennifer Weiner (Ed. Novo Conceito). Comprei em uma promoção do submarino e até onde li (pág. 108), não me arrependo. O livro falará sobre as provações e preconceitos que uma pessoa passa para crescer pessoal e profissionalmente, com um pouco de humor e romance. A narrativa é um pouco devagar, mas os detalhes fornecidos pela autora fazem com que a história seja crível.



- Grau 26 – Steve Dark Vol.1 - Anthony E. Zuiker & Duane Swierczynski (Ed. Record). Comprei GRAU 26 em um sebo para minha mãe (ela ama livros policiais ou de mero suspense), mas ela acabou repassando para mim por falta de tempo. Foi escrito em parte pelo autor de CSI, então tenho grandes expectativas quanto ao enredo.


- Duas Mulheres Solitárias – Paulo Dias Fernandes (Ed. Age). O livro possui diversos contos, os quais são sensíveis e de cunho triste, com dramas e reflexões. Paulo escreve super bem, dos contos que li, consegui me conectar e sentir a história que lia.

- A Vida, O Universo e Tudo Mais/Até mais, e obrigado pelos peixes/Praticamente Inofensiva – Guia do Mochileiro das Galáxias Vol.3, 4 e 5 - Douglas Adams  (Ed. Sextante). Ganhei os três da minha mãe, todos possuem resenha aqui no blog, feitas pela Agnes e infelizmente, não faço ideia de quando os lerei, já que preciso dos dois primeiros para tal (resenha 3 | resenha 4 | resenha 5).


E enfim, minhas LEITURAS DO MÊS. Praticamente todas foram feitas em e-book, por isso as imagens e parte do motivo está ligado ao que falei no início do posto, a outra se deve a minha distância do computador, restando o celular. E pelo número de livros lidos, podem ver que meu plano de só estudar não deu muito certo (Mila Wander, culpa sua).


- Noite Ilustrada – Thedy Corrêa (Ed. Belas Letras). O livro é uma reunião de poemas escritos pelo cantor da banda "Nenhum de nós", com inspirações e dedicatórias das mais variadas. Trata muito do autoconhecimento e do diálogo interno, junto às influências do meio de vida.
Nota: 5 estrelas.

- Despedida de Solteira, Amande - Despedida de Solteira Vol.1 – Mila Wander (Ed. Literata). Conheci a Mila através do Wattpad, com o livro "O Safado do 105". Encantei-me com sua escrita e decidi conhecer seus outros livros. O primeiro livro da trilogia DESPEDIDA DE SOLTEIRA, que leva esse mesmo nome, será narrado em primeira pessoa pela Amande (sim, com "e"), uma mulher de 28 anos um tanto clichê: neurótica, organizada, sem emoções e prestes a se casar sem amor. E o que acontece? Ela conhece um homem que muda sua vida! O casal é apaixonante e as personagens secundárias são bem desenvolvidas, mas falarei deles na minha sexta leitura.
Nota: 4,5 estrelas.

- Despedida de Solteira, Caleb - Despedida de Solteira Vol.2 – Mila Wander (E-book Amazon). Meu xodó! Esse livro conta o romance de Amande e Caleb pelos olhos dele e ao contrário da maioria dos livros de versão masculina, gostei de sua versão do da Amande. Pude sentir certa evolução na escrita da Mila, ela parece ter adquirido maior sensibilidade.
Nota: 5 estrelas.

- Luva Vermelha - Mestres da Maldição Vol.2 – Holly Black (Ed. Rocco). Segunda volume da série que está entre minhas favoritas da vida e segunda desse ano. Eu me apaixonei pela escrita da Holly Black com GATA BRANCA, primeiro volume, devido a sua seriedade e realidade e não me decepcionei que com essa sequência, pois além de fortalecer a personalidade de Cassel (o livro é em primeira pessoa, no masculino, pelo Cassel Sharpe), trouxe mais mistérios e revoltas, dando um caráter sério à história e deixando um clima um pouco tenso para o fim da trilogia.
Nota: 4,5 estrelas.




- Perdida - Perdida Vol.1 – Carina Rissi (Ed. Verus). Sempre tive curiosidade de ler algo da Carina Rissi e por acaso, encontrei PERDIDA na biblioteca pública da minha cidade. Acabei com gostar bastante da escrita da autora, mas não tanto da protagonista. Quanto a ambientação, a relação entre os personagens e o enredo, são muito bem elaborados. No fim, achei fofo e divertido.
Nota: 3,5 estrelas.

- Despedida de Solteira, Amande e Caleb - Despedida de Solteira Vol.3 – Mila Wander (Ed. Literata & E-book Amazon). O fim da trilogia será narrado em partes por Amande, Caleb, Lara, Jéssica, Paloma, Fabiana, Cláudia e Henrique (acho que não esqueci ninguém) e então podemos acompanhar as dúvidas em relação ao futuro do casal principal e o desenvolvimento dos romances dos amigos de Amande e os ex-colegas de serviço de Caleb, alguns entre si, outros com pessoas meramente mencionadas. De novo, pude reconhecer uma evolução na escrita da Mila e na personalidade dos próprios personagens. Houve reviravoltas, conclusões e muita emoção.
Nota: 5 estrelas.

- Raven - Órfãs Vol.4 – V. C. Andrews (Ed. ). Não sei se é de conhecimento de vocês, mas sou fã da Virgínia desde que li "Jardim dos Esquecidos", um livro revoltante e belo com suas construções e assim, acabei por decidir me aventurar por suas outras obras. O caso é que ao ler RAVEN, ao contrário de BROOKE (vol. 3) e como FUGITIVAS (vol.5), me decepcionei com a falta de profundida e sensibilidade tão características dela.
Nota: 3 estrelas.


E foi isso! Espero que tenham gostado do post e não deixem de comentar se já leram ou querer ler algum desses livros.
Beijos e até mais!

Comentários

  1. Lary, você leu 14 livros em um mês? :O Ultimanete não tenho lido tanto por conta da faculdade. Desses so li Perdida, mas tenho vontade de ler a série da Holly Black e já quase comprei a serie dos guardiões das galáxias algumas vezes. Ta sempre em promoção no submarino!
    Sinto muito que tenha passado por tudo isso, mas ainda bem que conseguiu conhecer um pouco melhor sobre vc mesma nesse processo. Pode me pertubar qd quiser ;) Bjao
    Coisasdebelaa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, na verdade, sete e meio, os outros foram compras ou recebidos.
      Obrigada pelo apoio e pode ter certeza que vou me lembrar.
      Beijos flor!

      Excluir
  2. Quantos livros bons!
    Nem comprei tantos esse mês!
    Adorei as fotos
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Oi Ly, que bom que consegue chegar ao seu auto conhecimento com uma idade ainda tão jovem, controlar a mente não é nada fácil e eu, sendo bipolar, sei muito bem como é difícil essa fase em que vc está passando.
    Mas enfim, não li nenhum desses livros, ficou muito curiosa, principalmente com o Dark House, luva vermelha e grau 26. Vou anotar na minha imensa lista de livros a ler.
    Beijos linda

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui