19 de ago de 2014

{Resenha} Gears of War: Fim da Coalizão - Karen Traviss - Lary

Olá pessoas! Hoje trago a vocês a resenha de "Gears of War: Fim da Coalizão", quarto livro da série Gears of War (primeiro publicado aqui no Brasil) de Karen Traviss. A série é baseada em uma franquia de jogos, motivo pelo qual o solicitei, esperando uma história cheia de ação. O que será que encontrei?

Título: Gears of War: Fim da Coalizão;
Série: Gears of War #4;
Autor (a) Karen Traviss;
Páginas: 448;
Editora: Única;

A batalha que vai definir o futuro da Coalizão! Com Sera dizimada pela Horda Locust e sua população quase extinta, ela agora se divide em três facções: os Abandonados, aqueles que lutam para viver em pequenos grupos e não atendem a nenhum governo; a COG (Coalizão Ordenada de Governos), que um dia fora uma grande organização mas que hoje foi reduzida a um punhado de militares e civis; e os Gorasnis, os últimos sobreviventes da URI (União das Repúblicas Independentes), antigos inimigos da COG. Quinze anos depois do colapso mundial, COG e URI buscam refúgio na pequena e remota ilha de Vectes. Entretanto, depois da fuga e de uma breve paz entre as duas nações, Marcus Fenix e seus companheiros devem lutar contra outra ameaça, os Lambent, enquanto tentam descobrir as origens das mutações que assolam Vectes e Sera. Ao decidir entre duas missões suicidas, os Gears e a URI ainda devem enfrentar o presidente Richard Prescott, que guarda um último segredo sobre os Locust e os Lambent. Um segredo que pode definir o futuro da humanidade. Se houver um sobrevivente.

Para começar, Karen Traviss possui uma escrita perfeita, nem muito detalhada nem muito breve. Por sua consequência, a narrativa do livro, que por vezes remonta o passado, não é exatamente parada, mas uniforme e tranquila, sem grandes picos, mas dotada de tensão graças ao enredo.

Agora, ignorando completamente a autora, já que se inspirou no jogo, me sinto um tanto obrigada a explicar do que se trata o enredo, principalmente sendo o quarto livro da série (antes do terceiro jogo, se não me engano) e tendo uma premissa não muito original cheia de pormenores.
    
Resumidamente, aparentemente do nada, a população foi atacada por Locust (zangões), sendo quase extinta por eles e por uma medida do governo. Agora, ao se exilarem, são atacados por um novo tipo de criatura que está a evoluir, os Lambent (brilhosos). Antes, existiam conflitos políticos entre a COG (Coalizão Ordenada de Governos que era uma grande potência e da qual o livro trata) e a URI (cujos membros são os Gorasnis), no entanto, pelo bem dos sobreviventes, eles estão em relativa paz, apesar de ser apenas entre membros. Por quê? Porque quem não faz parte de uma das organizações é um Abandonado, que apesar de ter a defesa dos militares, não é prioridade e vive em meio à decadência como marginais.

Com tudo isso "rolando", eu esperava que a autora explorasse muito os embates com os Lambent e mostrasse a melancolia de quem perdeu entes e ainda visasse às revoltas e a queda da COG. Bem, digamos que não foi bem assim.

De fato, o livro mostra um lado não tão explorado no jogo (pelo que li), mas dessa forma, abandona a ação e os sentimentos. Entendo que após muito sofrimento, eles venham a se acostumar, porém é no mínimo necessário que o leitor sinta isso e não suponha como aconteceu. Em relação aos Abandonados e suas revoltas, tem seus momentos, principalmente em memórias, mas nada que possa ser considerado com destaque.

A realidade, é que se tratando de guerra, principalmente depois de ter lido artigos sobre conflitos entre Israel e Palestina e Sudão e Sudão do Sul para um trabalho, foi extremamente estranho me sentir indiferente às situações e às pessoas de "Fim da Coalizão". O máximo foi me sentir tensa em relação aos desfechos, mas tudo pensando na ficção.

Enfim, voltando a Karen, posso dizer que trabalhou bem a personalidade dos personagens, apesar de não suas reações. Suas descrições, no entanto, são ótimas sem atrapalhar nossa própria imaginação (em relação às criaturas). Portanto, indico a leitura, mas apenas para aqueles que preferem a parte racional de um conflito e não o combate.

P.S.: O trabalho da Editora Única está ótimo, com páginas amarelas como sempre.

Por hoje foi isso! Vemos-nos outra hora com novidades ou mais uma resenha!
Beijos e boas leituras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Código by: The Dawn of Art Designs(http://thedawnofartdesigns.blogspot.com.br//) | Layout/Design by: Ana Zuky | Todos os direitos reservado ao blog Resenhas Teen