31 de mai de 2014

Resenha: A garota que eu quero - Markus Zusak - Rafa

Título: A garota que eu quero;
Autor (a): Markus Zusak;
Editora: Intrínseca;
Páginas: 173;

O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher. Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.


O livro é bem curtinho, tem apenas 173 páginas, das quais eu mergulhei profundamente. Um dia, foi o necessário me apegar no mundo de um garoto que tentava - como muitos - se encaixar no mundo. Todo o enredo poderia ser considerado clichê a quem vê pela primeira vez. Dei uma chance já que o escritor é o Markus Zusak, todavia, o clichê passa longe dessa obra. 

Cameron, ou melhor, Cam é diferente, ele busca assim - como muitos na adolescência - um lugar no meio de tantas outras pessoas mas, o que o faz diferente é a imensidão dessa busca, o quão profundo ela é. Além disso, Cam não é nem um pouco autopiedoso ou vingativo. As pessoas pisam, o criticam e sentem vergonha do garoto que ele é, e mesmo assim ele não retruca, nem sente raiva ou magoa.

De início suas atitudes poderiam ser descritas como se o protagonista fosse simplesmente uma pessoa fria e desprovido de emoções. Contudo, Cam mostra o quanto aquilo o afeta de forma indireta, e o que ele faz para canalizar todos os possíveis sentimentos que qualquer pessoa em seu lugar sentiria? Ele escreve! A partir dai vemos um lado mais guerreiro e - as vezes- obscuro de Cam.

"As vezes acho que essas foram as melhores palavras que já disse."Eu tenho fome"E, depois disso, fechei a porta.Não a bati.Não se atira em um cachorro que já está morto."


Dai você se perguntam, por que esse título então? Obviamente exite uma garota na história, que vai ajudar Cam. Mas ela - ao meu ver - foi o de menos. O foco está na vida totalmente desgrenhada dele.

E o que há de mais interessante e que diferencia este livro, de outros que abordam o mesmo tema, é a narrativa. ESPETACULAR, se assim posso dizer, muito profunda e convincente, ao ponto de imaginarmos se o próprio autor não estaria descrevendo os seus sentimentos. Os capítulos são divididos entre acontecimentos narrados em primeira pessoa pelo protagónico e mensagens/versos escritos pelo mesmo, deixando assim mais claros quais seus sentimentos.

Aconselho a aqueles que não gostam de uma literatura mais profunda e menos literal, que não peguem o livro. Por que não conseguiram enxergar o que o autor quer transmitir. De verdade, nem tentem.

A obra não chega a ser filosófica, mas nos faz refletir e por conta dela, cheguei a conclusão que não importa qual gênero literário Markus Zusak escreva sua história, sempre saíra algo para pensarmos e nos inspirarmos.

8 comentários:

  1. Ola! Ainda não li este livro, mas ando de olho nela a um tempo, e sei que faz parte de uma trilogia o que já aumenta minhas expectativas sobre ^^

    Ahh conheci seu blog através da Delmara e amei!!!
    Estou seguindo você e se quiser conhecer o meu cantinho também serão super bem vindos

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. Não é exatamente um tipo de livro que me agrada, mas gostei da resenha e fiquei com um pouco de vontade de ler.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Conheci o autor através do livro A menina que roubava livros que por sinal é meu livro favorito da vida, e depois disso não li mais nada do autor.
    Adorei a sinopse desse livro, e sua resenha me deixou bem curiosa para realizar a leitura dele.

    Beijão :*

    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Oiee ^^
    Li esse livro e gostei bastante, mas não sabia que fazia parte de uma trilogia. O bom é que não muda em nada, não confunde o leitor, mas o ruim é saber que os dois primeiros livros foram lançados por uma editora e o terceiro por outra *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Código by: The Dawn of Art Designs(http://thedawnofartdesigns.blogspot.com.br//) | Layout/Design by: Ana Zuky | Todos os direitos reservado ao blog Resenhas Teen