Resenha + Sorteio: A Rosa e O Dragão - Laryssa

Olá pessoas! Hoje trago a vocês a resenha e o sorteio de dois exemplares do livro "A Rosa e O Dragão", de Vanessa Pereira, conforme falei no post de parceria. Antes de mais nada, queria agradecer a autora por ceder os livros para sorteio e para que eu pudesse lê-lo e esperar que apesar da predominância negatividade da resenha, ela não a leve a mal e por isso, deixarei aqui o link para algumas outras, positivas e negativas, para que possam ver o choque de opiniões.


Título: A Rosa e O Dragão;
Série: A Rosa e O Dragão;
Autor (a): Vanessa Neves Pereira;
Editora: Novo Século/Novos Talentos da Literatura Brasileira;
Páginas: 312;


Nosso destino está definido ou somos nós que o escrevemos através de nossas escolhas? Desirée é uma típica adolescente, com amizades fortes desde a infância. Pais ausentes, amigos presentes e uma certeza: a amizade não se troca por nada. Mas e quando surge um amor inimaginável? Tudo se transforma ao conhecer Andrew, um rapaz elegante, que chama a atenção por seu modo de ser. O amor acontece e dispara o coração adolescente. Contudo, Desirée mal sabe o que a espera. Um único pedido de Andrew e toda sua vida pode mudar.



Como citei acima e explico melhor, com essa resenha não quero ser pessimista. Porque essa reafirmação? Porque apesar de tudo o que vou escrever, conforme vou explicar no final de meu texto, vi potencial na escrita e na criatividade da autora, que se forem mais bem trabalhados, podem gerar uma grande história.

Vamos repartir a resenha em etapas, serão mais ou menos seis e na primeira parte do paragrafo, farei uma analise de tal assunto, para na segundo, dar minha opinião. Por quê? Elas não são compatíveis e não é justo falar mal de algo por estranhamento pessoal se em sua construção é bom e vice versa.

Escrita (não narrativa, refiro a escolha de palavras, uso de gírias, etc.): todos sabemos que existe e às vezes até mesmo fazemos parte do grupo de jovens que falam gírias, não importando a ocasião, seja misturando palavras do inglês com o nosso idioma ou usando de ditos e palavras populares. Nos diálogos das primeiras páginas do livro, ilustrando um pouco da vida de Desirée, a autora abusou disso, o que me deu certo desgosto, pois talvez por falta de costume, essas gírias e derivados tiram a minha atenção da história, quase como se abrissem uma portinha na minha cabeça que me leva a pensar em diversas outras coisas. Vanessa também não tem o hábito de detalhar expressões ou locais, fazendo mais de uma página com apenas diálogos curtos consecutivos, chamaria até de mal construídos, o que faz com que tenhamos de imaginar tudo e novamente, pode, por sorte dessa vez não foi o caso, nos desviar da história.

Narrativa (agora sim vem o ritmo e a maneira como a história nos é relatada): de fato, é rápida, porém, devido aos fatores mencionados acima e ao fato de que Desirée não tem o costume de pensar muito em suas ações e muito menos se lembrar de fatos (a não ser um que demorou alguns fatos, mas que nos fim foi irrelevante), ela não é rica. Mas acabou por me prender durante toda a história também, tanto é que li o livro em dois dias, sem dificuldades. Contraditório, mas é impossível entender a minha cabeça.

Enredo: louco! A história parece começar com um propósito, narrar o amor entre uma jovem e um vampiro, passou então para como eles teriam de viver, para então uma trama de traições e desapego, para então algo sobre reinado de sangue, para então motivação de profecia com direito a anjos e tudo mais, para então reinado satânico, tudo isso pontuado esporadicamente por acontecimentos não explicados, inesperados e infundados, nos quais se pode pensar WTF? E não entender bulhufas dos motivos.

PODE CONTER SPOILERS
Considerações pessoais, talvez o que eu achei estranho e irreal seja normal para vocês.
Desirée conhece Andrew em um parque de madrugada, porque se distraiu com a hora e fica conversando com ele por um tempo, para logo depois graças a um sentimento de que ela não queria deixá-lo, permite que a leve para casa de carro (não lembro agora qual era) e ele a convida para sair no mesmo dia, à noite. Super normal. Tudo bem que é um livro de fantasia e tal, mas...
"Eles" se apaixonam logo, mesmo não trocando muitas informações sobre si. Não houve desenvolvimento no quesito romance.
O cara te conta que é um vampiro e o que você faz? Fica chocada e triste porque ele diz que vai embora.
Abandonar amigos e família sem nenhum remorso? Nem uma pitadinha de sentimento?
Matar alguém como se fosse nada? Instigar outros ao mesmo como quem mata uma mosca (exemplo, porque sim, eu preferia alimentar um sapo a simplesmente matá-las)?
Reconheço que a maioria dos adolescentes (me descarto do comentário seguinte, pois minha mentalidade foi moldada por minha bisavó) tem o costume de viver tudo intensamente, ficar com mil outros e depois agir como se nada houvesse acontecido. Bem, digamos que eu acho meio exagerado para alguém que se diz apaixonado ficar com uns cinco garotos diferentes em um período, calculo eu, de dois a três meses.
Beijar uma garota e virar um meio anjo do nada?
Fim do desabafo.

Localização temporal e espacial (estranho denominar assim, mas necessário ressaltar): a autora não forneceu em nenhum momento os nomes dos lugares em que a história se passou, nem datas ou qualquer referencial de ano, apenas que eles estavam de férias e era verão. Só supus que tudo aconteceu no Brasil por dois fatores: primeiro que os nomes dos amigos da Desirée e segundo pelas gírias nitidamente brasileiras que usavam, mas fora essas percepções, teria ficado totalmente perdida nesse quesito.

Personagens: Desirée é uma personagem principal estranha, sem sentimentos profundos em relação à família e apenas um pouco mais elevados em relação aos amigos. De certa forma, durante a história, poderia dizer que desenvolveu uma personalidade um tanto bipolar. Os demais, secundários, fora os amigos dos primeiros capítulo, possuem algumas semelhanças que acabaram por prejudicar minha leitura. Quanto à caracterização, a autora pecou nos detalhes dando descritivos quanto de personalidade (os mais detalhados eram um tanto clichês, isso os vampiros), tornando, da página duzentos até a eliminação da maioria deles, mesmo difícil de distinguir quem é quem se estão aglomerados em uma "cena", devido à quantidade de personagens que a autora está manipulando.

Enfim, título e edição: a revelação do título foi um tanto repentina e jogada demais, sem precedentes, o que me incomodou muito. Mas também foi curioso e me levou ao parágrafo final da resenha. A revisão da editora Novo Século não está perfeita, porém melhor do que me muitos livros. A diagramação é grande, o espaçamento ótimo e a aparência do livro... Bem, podem olhar no post, ele é lindo.

Lembra que eu chamei o enredo de louco? Pois então o retomemos. Imaginem se a narrativa da autora continuasse rápida e ela encorpasse o livro com descrições mais detalhadas, colocasse nuances das trocas de motivações e dos futuros acontecimentos por todo o livro, além de explicar melhor o sentimento e a falta de tal dos personagens, o que resultaria, considerando a criatividade da autora? Um super livro, talvez realmente grosso, mas extremamente interessante.


Reafirmando tantas outras pessoas e meus pensamentos, essas falhas no livro são mera questão de necessidade de amadurecimento de ideias. E por isso e pelo final, tenho sim vontade de continuar a série e ver se, com o tempo, Vanessa consiga transformar essa história em algo incrível e principalmente, plausível.


------------------------------------------
Sorteio: serão dois ganhadores, cada um levará um exemplar do livro e dois marcadores do mesmo, que serão enviados em até 45 dias após o envio do endereço do ganhador. Enviarei um e-mail e o ganhador terá 48 horas para responder, 72 se eu o enviar em um fim de semana ou feriado em seu local de moradia.
As demais regras se encontram nos termos e condições do formulário. Podem ver as todos dos livros aqui.
O sorteio vai de hoje, 18 de janeiro, até 4 de fevereiro, e o resultado sairá no máximo três dias depois.
Muita boa sorte a todos!!!
a Rafflecopter giveaway

Comentários

  1. Eu acho a capa de A rosa e o dragão muito linda *-*

    ResponderExcluir
  2. Olá Lys.
    Como disse no outro post, li resenhas bem positivas, mas esta foi a primeira com muitos detalhes, acredito que assim seja melhor para ajudar a autora crescer melhor e se ainda lhe interessa a continuação, quem sabe não melhore...
    A capa é realmente linda, o spoiler não me consegui me conter e tive que ler rs, sim seria estranho assim da note para o dia, o tempo realmente é algo que a um tempo reparo nos livros.
    O livro se realmente tivesse detalhado, sem muita pressa seria ótimo, mas quer saber? Adoro livros sem muitas delongas e detalhado de forma resumida, prefiro aqueles que chegam ao ponto mais rápido!
    Mas é claro, que informações nunca podem faltar, tudo tem que ser na balança.

    Enfim, participando do sorteio porque me interessei e espero ganhar para ver a minha opinião kkkk
    Beijos
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatá, obrigada por aparecer!
      Sabe, eu também gosto de livros mais diretos, porém detalhes básicos, ao menos para mim, como os que citei, fazem muita falta para mim.
      Beijos!

      Excluir
  3. Gostei bastante da resenha e quero te parabenizar por ser sincera e falar realmente o que você achou do livro mesmo sendo ele de parceria. Já cansei de ler resenhas que dizem ser ótimos livros e parece que não tem nenhum defeito e depois quando a gente vai ler, acha um monte de coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sil, sabe que nunca tive esse problema? Os blogueiros que sigo fielmente costumam ser sutis, mas bem sinceros.
      Obrigada por comentar!

      Excluir
  4. Participando da promo!! Espero ganhar este livro!!
    Pela capa parece um filme estilo "O grito", hehehe...
    A sinopse não diz muito... parece um livro sobre adolescência; normal...
    Gostei da resenha, só não gostei muito do "vampiro"... me decepciono geralmente...
    Parece que foi escrito por mais de um autor pela loucura do enredo... isso me atraiu...
    Espero que seja uma boa série ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu não gostei dessa capa, e o fato de ser tudo muito louco e confuso não me deixou lá muito ansiosa para ler esse livro.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Flor vi que vc foi participar da promoção em meu blog
    e vim te dizer que estou seguindo o seu blog também tá?
    Adorei o seu cantinho =]
    Espero poder passar aqui mais vezes.
    Se cuida e BOA SORTE PRA TI !!

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Lary. Entendo bem o seu desabafo. Algo parecido acontecer no livro Filhos do Tempo, onde em praticamente três páginas, dus personagens se conhecem e se apaixonam perdidamente, mesmo uma delas tendo vindo do futuro, eles agem como se fosse normal. Gostei da resenha, e espero poder ler o livro para ter minha própria opinião sobre. ^^
    Participando da promoção ;)

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo apoio à literatura nacional, especialmente aos novos autores. Abs

    www.almeidaemprosa.com.br

    ResponderExcluir
  9. Me apaixonei pela capa desse livro. Tentei comprar mas quando eu tinha dinheiro ele estava esgotado :(. Eu também acho estranho quando personagens se apaixonam do nada.

    ResponderExcluir
  10. Participandooooo!!! Muito show essa capa! Fico curioso por ser literatura brasileira... preciso conhecer mais sobre autores nacionais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom saber mais sobre autores nacionais.

      Excluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui