Resenha: Perdida - Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo - Carina Rissi

Título: Perdida - Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo;
Série: Perdida #1;
Autor (a): Carina Rissi;
Páginas: 364 (Verus) ou 472 (Baraúna);
Editora: Verus (2013) e Baraúna (2011);

Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Sofia é uma autêntica moradora do século XXI. Acostumada com as facilidades da era moderna, não imagina sua vida sem um celular. Mas este acaba sendo o causador de seus problemas.

Após um acidente horrível, onde seu aparelho acaba afogado, ela vai a uma loja pra comprar um novo. Uma vendedora com um sorriso amável, e ao mesmo tempo estranho, lhe vende um celular que segundo ela: “Vai mudar a sua vida”.

Bastou sair da loja, pra Sofia ter “sua vida mudada”. Ao tentar ligar o aparelho, acaba envolta em uma espécie de clarão e descobre que parou em pleno século XIX, sem ter a mínima ideia como fora parar ali ou se algum dia voltará.

Parte então em uma jornada em busca de uma forma de voltar pro seu tempo. Enquanto isso vai descobrir as dificuldades de se viver numa época, onde o termo tecnologia ainda não foi inventado. Enquanto tenta se adaptar só poderá contar com ajuda de Ian Clarke, um estranho rapaz que lhe estendeu a mão quando chegou ali. E quando percebe não está só perdida em outro século, mas também em seus próprios sentimentos...

Não é segredo que o termo romance me provoca desconfiança. Já que muitos sempre me decepcionam. Mas, as vezes, acho alguns que valem a pena ler, e entre esses estão incluídos os romances de Carina Rissi.

Autora brasileira, ela possui uma escrita divertida e fácil. Você “mergulha” na história sem nem perceber e quando percebe já terminou o livro e fica com aquele gosto de quero mais. Sem falar que sua história, apesar de ter o romance como centro, não se restringe a apenas ele. Há sempre uma redescoberta dos personagens, um crescimento deles. É a tradução da ideia que o amor modifica as pessoas.

Falando em personagens, estes são bem construídos, com suas qualidades e defeitos, e uma característica desse livro é a diferença que a cultura provoca em seu jeito de ser. Sofia por exemplo vai ter bastante dificuldade com as gírias.

Quando a cultura, esse foi um dos fatores que mais me chamou a atenção no livro. Carina Risse descreve a cultura do século XIX, não mostrando apenas seu lado bom, mas também o lado negativo comparado com a facilidade que temos hoje na era moderna.

Resumindo, o livro é muito bom. Você chora e ri com ele, principalmente ri, e descobre uma história de tirar o fôlego.

Comentários

  1. Adoro esse livro! Achei ele super gostoso de ler e a escrita da Carina Rissi realmente é muito fácil. Só a Sofia que me irritou em alguns momentos, mas eu consegui relevar, haha.
    Beijos!

    http://livroscomchadastres.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito dos livros de Carina Rissi. É bom descobrir um novo autor brasileiro, ainda mais uma tão boa, rsrs.
      Beijos, Keila Ladeia.

      Excluir
  2. Já li esse também, ele é muito divertido, a Sofia é ótima. Já leu "Procura-se um Marido" da Carina? Também é ótimo (tem resenha dele lá no blog se quiser conferir). XD Bju
    http://coisasdebelaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sofia é mesmo muito engraçada. Já li sim procura-se um marido. Amo Alicia, ela é doidinha, mas esperta.
      Beijos, Keila Ladeia.

      Excluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui