4 de nov de 2013

Resenha: O Projeto Rosie - Rafa

Título: O Projeto Rose;
Autor (a): Graeme Simsion;
Editora: Record;
Páginas: 320;

"Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica. Exceto as mulheres. Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva. Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal. O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim."


Humor. Essa palavra resume bem o livro de Graeme Simsion.

Don é um professor de genética de 39 anos. Ele é TOTALMENTE racional, ele não dá vazão aos sentimentos, o que séria assustador se ele não fosse tão engraçado. Ele tem horário para tudo. Ele tem todas as semanas da vida dele programadas, e se atrasar algo por 5 minutos, ele já fica pirado. Me identifiquei com ele em alguns momentos. Tenho sérios problemas com atraso, eu sempre sou pontual e ODEIO atraso, outra coisa em comum que tenho com o personagem, é minha organização do que devo fazer no dia, mas diferente dele, eu não programo horários e se algo der errado, não vai ser o fim do mundo. Don tem uma organização que chega a ser doentia. Eu escolhi minha profissão, meio que para fugir disso. Jornalismo é algo totalmente instável.


Em relação a sentimentos, ele não demonstra e não SENTE nada. É como um daquele seriais killers de Criminal Minds. Contudo, no decorrer da história, entendemos o que ele tem - e não, ele não é um psicopata. Dai você me pergunta, como o romance entre ele e Rosie acontece? Bem assim como Don, Rosie não é uma pessoa normal - ela tem sentimentos - mas é meio louquinha. Mas se querem saber mais terão que ler. Por que se eu contar mais posso soltar um spoiler, e não quero isso né?
"- Se eles não têm de damasco, não vou tomar nada.
Não dava para acreditar. Todos os sabores de sorvete têm basicamente o mesmo gosto, devido ao resfriamento das papilas gustativas. Isso é ainda mais verdadeiro no caso dos sabores de frutas."

É engraçado como ele planeja tudo. Os projetos acontecem a partir do "Projeto Esposa". Don decide que tem que se casar. Ele faz um questionário, onde pergunta até a massa corpórea da candidata, o mais estranho é que muita respondem.Até que um dia surge Rosie, que pede ajuda de Don, para encontrar seu verdadeiro pai. Dai partimos para o "Projeto Pai", até que dado um momento ele parte para o "Projeto Rosie". 

A história é super divertida, mas que não deixa tratar de assuntos relevantes e sérios. os personagens, são muito bem desenvolvidos, o que faz com que seja quase impossível não se identificar com características deles. Outra coisa que gostei muito é a parte da narrativa, que é feita por Don, assim conseguimos entender um pouco o lado dele, em tudo isso. A história é adorável e emocionante, que as vezes nos faz questionar muitas coisas sobre a essência e os pensamentos do ser humano.

"(...) vi uma mulher desconhecida diante de mim. Estimei sua idade em trinta anos e seu índice de massa corpórea em vinte.
- Professor Tillman?
Com meu nome escrito na porta, aquela não era uma pergunta particularmente astuta."

Eu estou perdidamente apaixonada pela capa desse livro, ela é bem simples, mas perfeita <3 Tem vezes que pego ela e fico só olhando, é extremamente fofa.

4 comentários:

  1. Hey flor!

    A capa é realmente fofa né? Estou lendo esse livro no momento, e tô encantada! Amando o Don, sinceramente. E dando boas risadas com suas neuras.

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa eu ri muito com ele, e fiquei até meio assustada kkkkk =)

      Excluir
  2. É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever
    reparei que se tem esforçado por nos dar o melhor,
    é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
    Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo
    agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.

    ResponderExcluir

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Código by: The Dawn of Art Designs(http://thedawnofartdesigns.blogspot.com.br//) | Layout/Design by: Ana Zuky | Todos os direitos reservado ao blog Resenhas Teen