Resenha: Despertar - Helena Andrade - Rafa

Título: Despertar;
Autor (a): Helena Andrade;
Editora: Novo Século/Novos Talentos da Literatura Brasileira;
Páginas: 376;

“Mergulhei, senti a sensação em todo meu corpo. Emergi, olhei na direção onde o deixei. Ele continuava no mesmo lugar, me olhando. Estendi minhas mãos e o convidei a vir comigo.” Lívia não podia imaginar as mudanças que aconteceriam em sua vida. Mudanças que a despertariam para uma nova perspectiva profissional, para uma nova visão de mundo... e para um grande amor. Acompanhe esta trajetória emocionante em Despertar!"



A protagonista, Lívia, é uma médica que vai até Amazonas trabalhar como Pediatra. O sonho dela é fazer uma especialização fora do país e virar cirurgião. Isso me fez lembrar na hora de Hart of Dixie. Uma série que conta a história de uma recém formada que quer ser cirurgião e para isso deve ser clinica geral por um tempo em uma cidadezinha. Outra coisa em comum é como o amor vai trabalhar nessas histórias, mas ai elas começam a se distanciar.

Logo no inicio do livro aparece um possível homem para nossa protagonista. Rodrigo é outro médico da cidade, que tem vários interesses em comum com Lívia. E ele não me agradou nem um pouco, sem contar o "casal" que ele fazia com ela não me agradou nem um pouco, daí pensei: "nossa a história vai ser um saco, se eu já nem gostei do casal". Contudo, Helena nos surpreende com uma reviravolta na história. O que à deixou mais empolgante. Porque? Pelo simples fato de que nosso novo personagem é diferente, mais chamativo para nós leitores. E diferente de Rodrigo, ele não tem nada de comum com a médica.

Eu gostei muito do quanto envolvente era o romance dos dois. Por mais que tenha sido repentino, como um amor a primeira vista. No desenrolar da historia o drama dá suas caras, e a trama começa a ficar mais viciante. Faz com que você não queira largar o livro.
"De onde você tira tanta disposição? - perguntei, sonolenta.- De você!- Ah, então é isso. Estou doando a você.Ele caiu na gargalhada."

A narrativa de Helena é bem descritiva, quando digo BEM é por que é MUITO descritiva. E pela primeira vez não me senti cansada a ler um livro com grandes descrições, talvez porque ela conseguiu criar uma grande história. A leitura é tranquila, sem muitas dificuldades. A escrita dela é suave e transmite sensibilidade, e gostosa de ser lida. Só uma coisa que não me agradou, não sei se sou eu com minha memoria, ou foi a longa narrativa, mas tive sérios problemas em lembrar o nome da protagonista, por ser bem pouco citado.

Em geral o livro me agradou muito. Os personagens são bem desenvolvidos. A narrativa é ótima e a história envolvente. Além de o livro se grosso <3 o que eu adoro. E no final você fica com um gostinho de quero mais.

Para você associar o nome do livro com a história é uma total filosofia, mas nem um pouco difícil e fica claro ao decorrer da obra o porque desse nome.

É triste ver que escritores com um grande potencial geralmente são deixados de lado, pelo o que eu chamo de "livros comerciais". A editora Novo Século vem fazendo um ótimo trabalho, ao resgatar esse excelentes autores. 

Em relação a capa, não poderia ser mais bonita. E o designer do título ficou maravilhoso.

Comentários

  1. Também tô adorando isso da Novo Século investir nos nacionais, tá saindo muita coisa boa. Não tinha ouvido falar nesse ainda, mas fiquei bem curiosa!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá! Como vai?
    Há algum tempo não olho a lista de livros nacionais da Novo Século. Achei a iniciativa deles maravilhosa, por isso a admiro. Sinceramente, há ótimos autores nacionais que estão sendo recusados por mil e uma editoras; garanto que elas irão se arrepender depois.
    Enfim, sobre a resenha, não me lembro de ter visto "Despertar" no catálogo da editora; talvez, por isso, não conheça. Amo livros que me prendem do começo ao fim e me fazem passar a noite em claro. São os melhores, completamente. Reviravoltas são ótimas, contanto que o autor ou a autora saiba descrever; esse parece ser o caso de Helena, acertei? hahahah
    A capa é realmente linda e a história parece fantástica, apesar de eu não gostar da profissão da protagonista - não que não seja importante, porque é, uma das mais importantes profissões, afinal, de nada seríamos sem os médicos, mas eu não tenho uma boa relação com eles (principalmente quando agulhas estão envolvidas), ou seja, chega de médicos. Ok, posso até superar isso hahaha Há agulhas envolvidas? :S De quaisquer formas, se eu assisto séries que têm sangue, agulhas e médicos, por que não ler um livro, né? (Porque no livro eu me sinto a personagem!)
    P.S. Hart of Dixie é legal?
    Beijinhos,
    Karol.
    https://heykarol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serio é ótimo... E não tem agulhas kkkkk Na realidade não aparece muitas coisas desse estilo no livro!!
      Ele é ótimo e te prende com certeza!!
      Hart of Dixie é uma história ótima e super engraçada, mas acho que faltou um pouquinho de investimento na parte de roteirização. Mas vale a pena ver =)

      Excluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui