Resenha: O Harém de Kadafi - Annick Cojean - Gui

Olá leitores! Saudades!  Aqui estou eu mais uma vez fazendo uma resenha! Pois bem, trago para vocês a resenha de um dos livros mais impactantes e chocantes que eu já li... Seguindo o meu “quase” vício por livros de guerra, o livro retrata uma história em meio a um conflito interno na Líbia... Espero que vocês gostem... :D

Titulo: O Harém de Kadafi
Autor(a): Annick Cojean
Editora: Verus
Páginas: 238

“Um relato chocante do reino de terror de Muamar Kadafi e uma análise sensível do destino das mulheres vítimas desse sistema. Soraya tinha apenas quinze anos quando Muamar Kadafi foi visitar a escola onde ela estudava. No momento em que ela lhe estendeu um buquê de flores, ele colocou a mão na cabeça da menina e acariciou seus cabelos. Era o gesto secreto que sinalizava a suas guarda-costas que ele a havia escolhido. Soraya foi raptada e viu sua infância chegar ao fim. Durante sete anos, foi estuprada, espancada, forçada a consumir álcool e cocaína e depois integrada às tropas das “amazonas” de Kadafi. Neste livro, a conceituada jornalista Annick Cojean dá voz a Soraya, desvelando um aspecto pouco conhecido da ditadura de Kadafi – o abuso de drogas que estimulava a megalomania sangrenta do ditador e o cruel abuso sexual de jovens líbias, escolhidas entre aquelas que lhe chamassem atenção. Inúmeras mulheres tiveram o mesmo destino de Soraya, centenas provavelmente. Talvez nunca se saiba ao certo, pois o assunto ainda é tabu na Líbia. Annick Cojean arriscou sua vida ao ir a Trípoli investigar essa história. Ali, encontrou uma sociedade hipócrita e decadente, dilacerada pela prostituição, pela corrupção, pelo terror, por estupros e assassinatos. Em O harém de Kadafi, Annick Cojean possibilita que as vítimas do ditador líbio contem sua história para o mundo, devolvendo um pouco de dignidade a mulheres cuja vida foi destruída por um monstro.”

Bem, o livro "O Harém de Kadafi" foi escrito pela autora Annick Cojean e baseado no testemunho de uma jovem líbia que ela conheceu durante a sua viagem ao país logo após a morte do ditador Muamar Kadafi. Através do relato chocante de Soraya (não sei ao certo se este é o real nome dela, mas creio que é), a autora resolveu escrever o livro para que o mundo pudesse conhecer esse lado da Líbia e do seu tão amado ditador.

Ao completar 15 anos, Soraya vê sua vida mudar completamente quando, em um evento importante em sua escola, ela chama a atenção do Guia (maneira como todos chamavam o ditador) com a sua beleza e sua graça tão típicas. Mas, o que parecia ser uma grande honra, acaba se tornando o maior pesado de sua vida.

 Levada para um lugar fora da sua cidade, ela acha que foi a sortuda escolhida para reencontrar o Guia mais uma vez e se sente a menina mais feliz do mundo. Mas sua felicidade acaba e seu desespero começa quando ela percebe que as intenções que ele tem para com ela não são nem um pouco boas.

Tirada de sua família, quer dizer, sequestrada pela milícia do Guia, Soraya se vê sozinha, desesperada e sentindo muito medo! Tudo o que ela queria é acordar do pesadelo, mas ele era real. E seria muito pior do que ela poderia imaginar...

Então, primeiramente, como eu descobri esse livro... Foi um daqueles momentos “gostei da capa, gostei do título” e comprei... Foi em uma promoção, junto com outros; eu meio que sabia o que me esperava, mas não fazia ideia de que seria tão forte! E o que torna ele mais forte é saber que isso realmente aconteceu!

Acho que precisa ser muito insensível para não de compadecer de Soraya e de todas as outras garotas que foram vítimas desse monstro idolatrado pelo seu país. Posso dizer que Annick foi uma mulher extremamente corajosa em querer expor algo que toda uma nação ainda tenta esconder com unhas e dentes.

Uma das coisas que eu gosto muito desse livro é a maneira que, logo após relatar a história de nossa personagem principal, a autora vai em busca de mais histórias e investiga novos fatos que esclareçam mais ainda a história de Soraya. Isso é muito legal! Pois, no fundo, o relato de Soraya nos faz querer saber mais; e a autora  acaba fazendo isso, nos mostrando mais!

Não foi fácil escrever essa resenha no sentido sentimental, relacionado ao que sentimos enquanto e após lermos o livro. Não irei dar spoilers, se quiserem saber terão de ler! Vale a pena, mas não é uma leitura para qualquer pessoa... É chocante de uma forma que te diz “Ei! Tá vendo isso! Agora para de reclamar da sua vida e levanta!”...

“Como isso pode acontecer?” ,“ Como ninguém soube disso?”, “Como um mostro como ele ficou ileso durante tanto tempo?”... São algumas das perguntas que irão lhe acompanhar durante a leitura... Eu recomendo esse livro para as pessoas que querem conhecer a verdade; a verdade que muitos ainda tentam esconder...


Boa leitura...

Comentários

  1. Olá Agnes.
    Amo suas resenhas ^^
    andei sumida delas né? me desculpa.
    Mas enfim obrigada as visitinhas que tem dado ao blog (=
    haha eu já gostei da capa mas o título não...
    sua resenha ficou ótima e linda ^^.
    bjus
    Tamires C.
    De tudo e um pouco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamires!
      Muito obrigada! Senti sua falta mesmo, rsrs
      Em relação ao livro, títulos assim me intrigam, por isso gostei...
      Obrigada por ter gostado da minha resenha, seu blog é show!
      Paz :D

      Excluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui