Resenha: A Estreia de Fani - Laryssa

Título: A Estreia de Fani;
Série: Fazendo Meu Filme #1;
Autor (a): Paula Pimenta;
Editora: Gutemberg;
Páginas: 336;

"Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. 'Fazendo meu filme' nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades."





O que eu vou dizer?  Simplesmente gostei. A autora narra à história através de Estefânia, ou como a protagonista prefere Fani.  A linguagem que ela usa é simples e jovial, porém sem  gírias e com alguns (muitos para quem não gosta = eu) diminutivos.




O livro retrata a história de Fani, que é apaixonada por DVDs, quase tanto quanto eu sou apaixonada por livros :)


Bem, eu nunca tinha lido nada da Paula Pimenta, talvez por ela ser uma autora brasileira, e admito que tenho certo receio, porém, imaginem a minha surpresa, quando percebi que eu estava deitada no sofá há três horas, totalmente mergulhada na história?


Isso porque Pimenta (que estranho chamar alguém assim) não é enrolada nos detalhes. Ela faz à narrativa fluir, sem aquela coisa melosa que vemos normalmente em livros cuja protagonista é adolescente. Ela realmente expressou a personalidade da Fani. E o melhor. Fez com que eu conseguisse encontrar um pedaço de mim (aquele que não quer sair de casa e se cansa quando as pessoas não aceitam um não) nela. Isso é extremamente importante, o fato de você fazer essa identificação, essa conectividade com os acontecimentos.


E ainda digo mais. Durante a história, para quem não gastar da Fani, vai com certeza se apaixonar por um dos outros personagens que compõem a trama. E a autora tenta (e consegue) dar vida a cada um deles, o que faz com que vejamos a realidade do que as famílias, ou melhor, a sociedade brasileira é.


Foi assim que me peguei lendo à uma hora da manhã de ontem, iluminando o livro com o celular, para saber como tudo acabava.


E digo que o final não é perfeito. Ele saiu e não saiu do clichê, porém, mesmo esse tendo sido o único livro da Paula Pimenta que li, digo que ela pode usar e abusar de clichês. Ela merece mil e um elogios meus por fazer com que me mantivesse alegre.


Seguindo, deixe-me falar sobre a editora Gutemberg. Ao invés de usar travessão (acredito que este seja o nome para isso - ) ela usou aspas nas falas. Esse pequeno fato me incomodou um pouco no começo, pois não suporto isso, porém, acreditem em mim, a história compensa.


PS: A escrita da autora me fez lembrar um pouco da Meg Cabot e a capa Bidget Jones. Só comentando.

E é isso. Sorry a demora em postar resenhas, meus poucos leitores delas.
Até a próxima, meus anjos ;)

Comentários

  1. Olá! Amo muito essa série, aliais todos os livros da paula! Tanto fazendo meu filme como Minha vida fora de série. Meus favoritos <3
    Beijooos :*
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo mesmo!!! E Minha Vida Fora de Série acabou de entrar para a minha lista de desejados!!! kkkk
      Bjs.

      Excluir
  2. Aamo essa série! Acho que não reparei nos diminutivos, acredita? E também não reparei que as falas foram introduzidas por aspas! Acho que realmente gostei do livro para não perceber esses detalhes, né? hahha

    Eu acho que a Paula Pimenta vai se transformar em uma Meg Cabot brasileira. Também me lembrou muito o estilo, mas bem abrasileirado. Acho que foi por isso que gostei tanto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu também não tinha reparado de inicio? Eu estava muito conectada na história!!! Uma amiga minha no facebook mencionou: "Lary, vc não se incomodou com os diminutivos?" e ai eu comecei a reparar. Porém, quem liga?
      E concordo, ela é uma Meg BEM abrasileirada!
      Bjs Andréia!

      Excluir
  3. Gostei da sua resenha. Pelo que você falou, ele não é um chick lit apenas, tem toda uma crítica em volta. Não leio muito de autores brasileiros, mas acabei comprando alguns nesse último mês. Vou arriscar, rs
    Beijos, Lucas, DescobrindoLivros

    ResponderExcluir
  4. Ja vi muitas resenhas desse livro, mas realmente adorei a sua. O livro me chamou atenção principalmente por contar uma historia de adolecentes, e isso é uma coisa que eu gosto nos livros.
    Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda não li mas ele se parece com Gossip Girl ? tipo eu adoro series e livros que são tipo Gossip girl, com intrigas, segredos... viagens e fofocas um exeplo disso é Pretty Little Liars. Voce sabe algum livro lgl que tem isso ?
    Email: jovitinhodc_10@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não, pois não sou exatamente uma fã desse tipo de enredo, principalmente quando os personagens são femininos. Mas eu li "Alfas - As Melhores Entre As Melhores" e apesar de não ter tirado muito proveito do livro, acredito que se encaixe no que você descreveu. espero ter ajudado.

      Excluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui