Entrevista Com Leitor #6



Bem, para a entrevista de hoje temos a Gih Figueiredo, conhecida também por Gih, tem 18 anos, é mineira de Sete Lagoas e está para se formar como técnica em Administração. Em agosto deste ano inaugurou seu blog literário (gihfigueiredo.blogspot.com.br) a fim de abordar assuntos que lhe interessam, voltados principalmente para a literatura e a escrita. 
Atualmente possui vários projetos de livros em mente, os quais estão, como ela diz, em processo de amadurecimento, por ter o objetivo de desenvolver seus conhecimentos antes de iniciar esta carreira. Espera que isso venha a acontecer ainda no ano que vem, quando iniciará o curso de Letras com foco nas áreas de edição e criação literária. Contudo, no momento, quer apenas continuar a estudar, a ler cada vez mais livros, e trabalhar em seu blog por amor a ele e a seus leitores.



  • Como você começou a ler?

Desde pequena eu gosto de ler, desde que aprendi a ler eu gosto dos livros. Ainda me lembro de alguns infantis que eu li várias vezes, completamente fascinada em cada uma delas. (Todo mundo diz que lê desde pequeno. Será que é só eu que comeci a um pouco mais de dois anos???)


  • Lhe da raiva quando alguém fala mal de você só pelo fato de ler?
Bem, normalmente as pessoas me admiram. Muita gente me olha com desdém, como se eu quisesse aparecer, mas normalmente as pessoas falam que queriam ter esse hábito, então eu nem me importo com as ignorantes.
  • Se o mundo acabasse amanhã, qual livro você faria de tudo para ler hoje?
Sem dúvidas os que estou lendo no momento! Os que não comecei ainda tudo bem deixar pra lá né, mas é horrível começar a ler a história e ficar sem saber o final. Acho que isso me consumiria até a hora de minha morte rsrs.
  • Qual o melhor livro, com um clichê obvio, que você já leu?
Boa pergunta! Digo que é "Querido John" sem pensar duas vezes! É lindo, cheio de clichês, embora tenha a realidade dos fatos e das coisas da vida embutida em tudo.
  • ALGUÉM ESTRAGOU SEU LIVRO PREFERIDO. Qual sua reação?
Vermelha de raiva + Ardendo de ódio + "Quero outro"! Não me importo com sujeirinhas, ou amassadinhos, isso é inevitável, livros são perecíveis, mas estragar do tipo "deixei seu livro cair numa poça d'água" ou "meu irmãozinho usou ele para recortar/desenhar bonequinhos" ou "ele caiu no chão e um ônibus passou com a roda justamente por cima", que é tudo muito nítido, eu vou querer outro! (Um ônibus passou por cima? Nunca tinha pensado nessa possibilidade kkkk)

  • Uma amiga sua quer comprar o mesmo livro que você. Como vocês duas fazem?
Uai, poderíamos combinar de comprar livros diferentes e depois pegar emprestado uma com a outra. É uma ótima maneira de diversificar! - e ter mais livros gastando menos - rsrs. (Legal. Eu e a minha brigamos e acabamos coprando as duas. Desnecessário, eu sei)

  • Você fica com ciúme de um livro que você ama muito e não consegue parar de falar dele, se alguém o lê?
De maneira alguma! Pelo contrário, é bom compartilhar coisas boas! Chato é quando você AMA um livro, alguém o lê e diz que detestou rsrs, aí é mais que ruim, é péximo!

  • O que você acha que fez o número de leitores no brasil, diminuir?
Os pais. Pais que pararam de ler por falta de tempo ou por qualquer outro motivo e esquecem de incentivar seus filhos a lerem quando crianças. Sinceramente, pessoas ignorantes geram filhos ignorantes. (Falou bonito)

  • Sagas ou livros solo? Por que?
Livros solo no momento. Sagas já é algo saturado, tem história que já deu o que tinha que dar. Prefiro quando um livro acaba com aquele final que te deixa com a cabeça à mil depois de ler, ultimamente as sagas têm ficado naquela "mesmice" e, automaticamente, elas perdem seu sentido original, sua essência. Tem muita trilogia e saga boa por aí, mas virou modinha, e maioria das vezes é completamente desnecessário.

  • Você acha que um livro com narrador personagem é melhor que um em terceira pessoa?
Acho que esse não é o fator que consagra um livro. Quando o livro é narrado em terceira pessoa podemos saber de tudo e todos sem restrições, quando é por um personagem vemos pela perspectiva de uma pessoa apenas; ambas narrativas podem ser ricas e envolventes, depende do autor saber utilizar a que mais se adéqua à sua história.

  • Qual foi a situação mais embaraçosa que você já passou por causa de um livro?
Então, como eu ainda não li "Cinquenta Tons de Cinza", acho que nenhuma! kkkk. Nada que eu li foi embaraçoso, pelo menos o título, a capa e a fama não sugeriam nada para quem me observava ler né rsrs. (Sorte sua. Digo apenas isso)

  • Você já fez resenha de um livro sem terminar de lê-lo?
Não. Quando se trata de livros sou do tipo que vai até o fim, independente se é bom ou ruim, sendo assim, acho difícil algum dia eu chegar a fazer uma resenha sem terminar de ler um livro. Para mim é tudo ou nada.

  • Você lê livros que possuem cenas de sexo? Se sim, tem vergonha de falar delas abertamente?

 Claro! Além do fato de que tudo hoje em dia possui cenas de sexo, eu acho que fica legal dependendo da história. Por exemplo, aquelas com paixões mega avassaladoras, se não rola nada "caliente" fica muito vago, porque é simplesmente inevitável. Entretanto, gosto de histórias com conteúdo. Nada que seja pura e simplesmente isso, afinal, se eu tivesse interessada só em cenas de sexo assistira filmes pornográficos né! rsrs. Vergonha, vergonha, VERGONHA, não tenho, mas não comento com meus pais, é óbvio! kkk.
 
Blog - Facebook - Twitter - Skoob

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui