The Seeker 2 - Released


Oi leitores! O Ismael decidiu escrever uma continuação para o texto anterior. Repito meu aviso. Se você não quer sentir um aperto no peito, não leia. Até mais.


Mesma história, garoto diferente. Esse… carregava sinas, promessas não cumpridas, perdas e muita culpa. Um fardo tão pesado que era difícil de carregá-lo. Quanto mais, fingir um sorriso. Por isso ele não o fazia. Permanecia fiel à sua culpa. Lutou e não conseguiu. Lutou pelo que importava - com todas as forças que possuía - e perdeu. Largado no chão apenas com o mais novo amigo: Seu fardo, a solidão. Sem ter o que proteger, impregnado com a culpa: perdeu a fé nas batalhas que lutava. Tanto… que parou de lutar. Precisava de um motivo. Se perdeu tanto na escuridão… que sem o desejo de lutar, nem viu o golpe desferido na cabeça se aproximando. Desmaiado, acordou em um lugar completamente diferente.
Ouviu uma voz conhecida o chamando: “Garoto, estive esperando por este dia”. Pouco depois a claridade veio e trouxe consigo todos os medos do garoto, em uma forma humana. O garoto pediu qual o nome dele, o outro em frente dele. E ele disse: “Escuridão tem muitos nomes, mas… pra você, hoje… me chame de ‘Passado”. E então o garoto perguntou ao Passado onde estava e o que estava acontecendo. E o Passado o respondeu:

“Estamos onde eu existo. Dentro de você. E já que você me esqueceu, peguei todos os seus medos e vim aqui para tentar te fazer lembrar de porque você luta. Seus medos são suas motivações. Fui eu, o ‘Passado’, junto de seus medos que te trouxemos até aqui. Porque uma vez, algum tempo atrás, tudo que você mais repugnava era viver com medo e por negá-los, você lutava. Mas havia uma parte do seu coração onde eu não fui capaz de vasculhar. E algo me diz que lá é que se encontra a resposta… Está começando a lembrar, garoto?”
“Sim. É o que eu mais quero. E algo que eu encontrarei sozinho. Eu estava tão preso à você, a todas as perdas e dores causadas, que tinha perdido isso de vista.”
“E se essa vai ser a ultima vez que eu te atormento, pode ao menos me dar uma resposta que vá me fazer adormecer em paz dentro de você?” - Disse o Passado.
“Ok, é justo” - Disse o garoto. E então continuou: “Eu sempre entrava em uma batalha, sabendo que haveria a próxima. Por um tempo, achei que isso era tudo que havia na vida: batalhas. E… eu nunca gostei delas. Então o que eu sempre quis foi viver a vida após as batalhas.”
” Bravo, garoto! Então agora eu te libertarei. Mas quando abrir os olhos, lembre-se: Você só foi capaz de reconquistar sua motivação comigo.”
O garoto fez sinal de concordância com a cabeça e fechou os olhos. Acordou no lugar onde tinha desmaiado, mas sem questionar que o que tinha visto foi real. Se sentia mais leve; Libertado, finalmente. Então veio a chuva. Pela primeira vez, as gotas d’água não pareciam lágrimas do mundo, decepcionado com o garoto. Mas sim, gotas puras de redenção. Ele sentiu na chuva, a sensação do que esperava ele, no fim de suas batalhas: Paz. Sua motivação nunca mais seria enfraquecida, graças ao que aprendeu com o “Passado”. Consigo mesmo.


Escrito pelo talentosíssimo: Ismael Soares.
Twitter: @Ismasalvatore;
Tumblr: K-Gedbird;
De acordo com fontes seguras (Anelise), ele é o cara maaaais legal, mais fofo e calmo do  muuuuundo. 

PS: É bom te azucrinar Ane.
PPS: Não me mata terça. (E cade as minhas fotos por sinal?)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui