Resenha: Tempest - Laryssa

Título: Tempest;

Série: Tempest #1;
Autor(a): Julie Cross;
Páginas: 368;
Resenhista: Laryssa;
Editora: Jangada;

Em 2009, o jovem Jackson Meyer descobre que pode viajar no tempo. Durante os seus “saltos” para o passado, nada muda no presente. Isso era apenas uma diversão inofensiva, até que sua namorada Holly morre durante uma invasão à sua casa. Em pânico, ele consegue voltar dois anos, mas descobre que ficou preso no tempo. Desesperado para voltar e salvar Holly, Jackson resolve tocar sua vida em 2007 e tentar descobrir o que puder sobre suas habilidades. Não muito tempo depois, as pessoas que atiraram em Holly, membros de um grupo apelidado pela CIA de “Inimigos do Tempo”, vêm a sua procura para recrutá-lo ou matá-lo. Com tudo isso acontecendo e Jackson ainda tentando encontrar pistas sobre as origens de sua família para descobrir mais sobre suas habilidades, ele precisa decidir até onde está disposto a ir para salvar Holly e possivelmente, o mundo inteiro.




Não sei. O livro teve seus pontos fracos, porém estou com vontade de ignorá-los de tão bom que o livro foi ao todo. E digo isso com sinceridade. Não me emocionava com um fim, tendo aquela sensação de missão cumprida, de o livro precisar de uma continuação, porém que se não tivesse tudo bem, há muito tempo. Talvez nunca.

A trama do livro é difícil de definir pelo fato de ser descrita em cinco ou seis anos diferentes. 

Porém, normalmente, ela é calma e detalhada, sendo sempre informativa e coerente com os pensamentos de Jackson. A autora expõem bem os sentimentos por trás de tudo que é feito por todos os personagens, de modo que o livro não se torne uma história de ação barata.

Falando em cenas de ação, digo que elas só ocorrem constantemente nas ultimas páginas do livro, fora isso ela é dividida em pequenos trechos, normalmente localizada logo antes ou após um salto no tempo.

Saltos. A palavra é bem adequada. E uma coisa boa nesse sentido é que as páginas de inicio de capitulo possuem dia, mês e anos alem da hora em que o personagem se encontra, para que não criemos uma imagem errada do cenário. Isso é bom, por que um grande motivo de eu reclamar dos livros é os autores insistirem em descrever os locais no meio das cenas, quando já temos tudo formado na cabeça.

O livro me surpreendeu por um aspecto principal. Os personagens não são típicos. São desenvolvidos devagar, porém complexamente. A autora tenta por em pauta o fato de que como o livro é contado em diferentes épocas, eles tem que ser diferentes em cada uma. E ela consegue fazer isso muito bem. Não me perdi em nenhum momento me perguntando o porquê de um personagem fazer isso ou aquilo. Ela sempre mantém um ritmo constante nas descobertas.

Por isso amei Julie Cross. Ela não me pareceu o tipo de autora que escreve um livro por escrever, por que sabe as pessoas vão olhar a capa bonita e comprar. Com o tipo de narrativa que tem, ficou obvio que ela já tinha toda história pronta na cabeça.

Agora falamos sobre o personagem principal. É simples. É difícil encontrar um livro narrado por um homem que seja realmente narrado por um homem. O que quero dizer, é que muitos autores fazem uma ilusão, criando um personagem perfeito e encantador demais. Porém, Julie Cross fez a imagem certa para agradar a qualquer um. Um completo idiota que se transforma aos poucos em um adulto irresponsável e maduro. Exato: irresponsável, pois Jackson é impulsivo. Novidade isso ser parte da personalidade do herói da história? Não. 

Porém não faz mal. Não se permite ser covarde, faz o que for preciso, e não se deixa ser clichê. Seus atos medidos são incomuns e os momentos em que está falando com qualquer que desconfie de suas atitudes são lindos de se ler. Ele pensa com agilidade, determinando suas ações sem que possamos contrariar. É sem duvido um dos melhores protagonistas homens que já li. Fascinei-me por ele.  o cara é tão intenso no que sente que não no final, não conseguia dizer: eu amo Jackson, o quero para mim. O amor de Jackson por Holly é tão translúcido que eu não teria coragem de tomá-lo para mim. E eu o admiro por isso.

E para completar a perfeição, não podia faltar uma ótima ortografia e gramática por parte da editora Jangada. Estou nas nuvens. No livro todo só achei um erro. E o estranho é que a maioria das pessoas fala mal dessa editora. Porém, só li um livro dela e não defini exatamente minha opinião sobre ela.

Foi isso. Um livro indicado para todos, especialmente as mulheres. Pararemos de pensar que personagens perfeitos nascem perfeitos.

Comentários

  1. Eu não sei porque, mas esse livro, talvez seja pela capa, me lembra Fallen. Eu sei que não tem nada a ver e tal, mas me lembra bastante. A capa ficou bem bonita também e ela chama bastante a atenção. Ficou uma capa meio de editora Intrínseca.

    Larissa
    www.bagaco-de-laranja.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Verdade, a capa ficou tão boa quanto. E é verdade, não tem nada haver, enquanto Fallen é vago, esse livro é simplesmente incrível *-*
    Obrigada por comentar :*

    ResponderExcluir
  3. Olá Lary tudo bem?
    Bom este livro já havia me chamado atenção a um tempo quando li somente a sinopse.E lendo resenhas feita dele,me pego naquela vontade(hahahahaha).
    Noto que sua resenha ressalta pontos negativos dela,mas isso não deixa de você ter adorado a leitura.Então...vejo não estar errada em adquirir ele em minha lista lista literária o de ler suas resenhas Lary,você é sincera sobre ela,e isso torna suas resenhas especiais.Como por exemplo essa.Adorei lê-la e ver os pontos fracos e mesmo assim você me incentivou mais a ler.Sim,agora estou mais curiosa do que antes para ler este livro,e ver o que de tão especial.

    Parabéns pela resenha flor!

    Assim que eu ler o livro vem aqui novamente falar sobre como foi a minha leitura.

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui