Resenha: A Sociedade Secreta dos Valentes - Laryssa

Título: A Sociedade Secreta dos Valentes;
Autor(a): Flávio Luis Ferrarini;
Série: Coleção Cogumelos;
Editora: Maneco; 



A Sociedade Secreta dos Valentes narra as aventuras de Beatriz, mais conhecida como Bombinha e sua turma de amigas. De repente, as garotas descobrem a sede de uma sociedade secreta, perto da escola Machado de Assis em que estudam. Bombinha e sua trupe envolvem-se em intrigas e confusões para desvendar o mistério da sociedade secreta e experimentam toda uma galaxia de novas e fortes emoções. Arquitetam os mais absurdos planos para descobrir quem são os integrantes e o que move os membros da misteriosa sociedade. A narrativa explora a convivência entre meninos e meninas no ambiente escolar. Tudo transcorre com muita ação, aventura, mistério, suspense, romance, muitas surpresas de linguagem e um desfecho surpreendente.



Eu sei. Não é muito meu estilo, mas...

Ele é um trabalho de escola, então fui obrigada a lê-lo. Uma palavra descreveria a leitura em geral: Boring.

O ponto que mais me fez carente foi o fato de o autor não lhe fazer ter a sensação de estar em uma especie de dimensão alternativa, entrando na cabeça dos personagens e vivendo e sofrendo com eles.

Você provavelmente estará com a leve impressão de que esse livro não é para você e sim para pessoas mais jovens, sem opinião formada e que gostam de brincadeiras imaturas e inconsequentes.

Quem esta acostumado com o tipo de resenha, texto ou qualquer outra coisa que escrevo, sabe que tento expor as coisas negativas em primeiro lugar, pois mesmo um livro sendo bom, ele terá fatores que o levarão a ter desavenças, uma especie do tão atualmente famoso termo "relação de amor e ódio" com o autor..

Os personagens são as maiores decepções. Eles não agem como adolescentes de quatorze e quinze anos. Agem como crianças de dez e onze, senão menos, que ainda tem nojo e falta de respeito pelo sexo oposto. Sem falar que os "diálogos surpreendentes", são bem... digamos... não utilizados hoje em dia. Não são antigos, apenas desconhecidos a mim e não escritos em nenhum outro livro que já tenha lido. Nessa resenha, sendo esse um livro um tanto impopular, vou manter a mente aberta para um aspecto principal: pessoas que estão começando a ler agora, vão muito provavelmente gostar do livro, pela sua falta de elaboração de vocabulário e sua lentidão de modo há não haver necessidade de se carregar um dicionario sempre ao lado.

Uma dica que serve a todos os livros, mas principalmente a este é: não olhe o final. Ele vai confundir você. Acredito que esse tenha sido o proposito do autor. Você cria o final. Eu compreendo que é confuso, porém é a impressão passada. A sugestão de conclusão que vai aparecer diante de seus olhos vai depender do tipo de pessoa que você é. Parece profundo, entretanto, ao ler será visto que é simples. Se é possível considerar você uma mulher feminista, você se sentirá traída com o final que viu, se é um homem orgulhoso sairá com desgosto. Se é neutro... Me avise sua opinião.

Agora, saindo um pouco da minha zona comum, tenho a obrigação de acrescentar que a proposta do livro esta errada. Durante 50% da trama ele lhe dá a sensação de comédia, 25% de mistério e os outros 25% de puro drama infanto-juvenil. Exato. O livro expressa o oposto da propaganda, e isso me indigna pois o real motivo de ele ter sido escolhido por minha turma escolar foi sua propaganda de dito mistério, facilitando a interação literária daqueles não sentem prazer ao ver palavras escritas lhe trazendo um novo mundo.

Chegando ao fim, uma observação frustante. Eu sei que sou repetitiva e critica quando se trata de erros de português (apesar de cometê-los o tempo todo), porém é demais eu deixar passar que o autor ou a editora errou o nome da personagem principal.

Sim. Ele se refere a Bombinha como Bobinha. E não em sentido de adjetivo, ao ler o trecho do livro onde se localiza o deslize, isso fica bem aparente.

Comentários

  1. Acho que esses errinhos que vem em alguns livros são sempre chatos,mas da para relevar,né? O livro no total parece ser bem interessante!
    Beijinhos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  2. Desejo muita sorte para você na promoção lá do blog!^^
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  3. koskoas curti sua resenha, mas o livro nem me interessei..
    kasokoas
    Respondi seu recadinho la.. beijos

    Me visita?
    Guilherme Kunz
    http://tematoa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui