Nova Resenhista - Post Vergonhoso

Boa tarde, gente.
Hoje vim aqui para apresentar nossa mais nova resenhista (é assim que se escreve?), a Priscila Barros. Aproveitando a deixa, vou falar um pouco sobre mim.



Sem foto por motivos pessoais e pessimistas;
Nome: Laryssa Oliveira;
Apelido: Lary;
Aniversário: 06 de junho;
Idade: 14 anos;
Livro Favorito: Strange Angels - Lili St. Crow;
Filme Favorito: Nemêssis Game;
Música Favorita: What Doesn't Kill You
Cidade: Caxias do Sul;
Estado: Rio Grande do Sul;
Definição Própria: "Como a maioria dos leitores, sou apenas mais uma pessoa que procura viver ações impossíveis através da literatura".




Nome: Priscila Barros;
Apelido: Pri;
Aniversário: 19 de agosto;
Idade: 14 anos;
Livro Favorito: Estilhaça-me - Tahereh Mafi;
Filme Favorito: A Verdade Nua e Crua;
Música Favorita: Nenhuma, porem gosta de Rock e Mpb
Cidade: Rio de Janeiro;
Estado: Rio de Janeiro;
Definição Própria: "Sou uma bookaholic que não dá canto da quantidade de livros que quer".





Ambas concordamos que um texto pode definir melhor uma pessoa do que suas palavras, então a Priscila encontrou este e se dividirmos ele, poderá definir muito bem nós duas.
Aproveitem, e me contem quem é seu autor e se ele publicou algum outro trabalho.


"Eu não assisto muitos programas, não me sento no sofá com frequência, meus amigos não me visitam e eu uso óculos de grau. 
As pessoas dizem que não saio de casa, que eu sou louca, mas a maioria nem fala comigo. 
Sem ter a certeza de que viverei amanhã, eu me contento com os sonhos que carrego. Semana passada mataram um homem, um cachorro latiu enquanto eu caminhava em silêncio, e meu tio dirigia um carro longe daqui. 
Eu odeio o sol, o calor e o suor.
Nasci no inverno, e sempre preferi os edredons. 
Eu não sei falar ao celular e andar ao mesmo tempo, eu acho que existem dragões em meu guarda-roupa, e sempre brinquei debaixo do chuveiro.
Eu não me engano, mas me contorno.
Às vezes prefiro o campo, mas outras quero no rosto a garoa do céu acinzentado de uma metrópole que cresce descontroladamente. 
O meu perfume é doce e todo mundo reclama que eu passo demais.
Até mesmo quando eu não passo.
 Ninguém desvenda o mistério nos meus olhos, ninguém olha neles. 
Eu sorrio fácil, algumas pessoas têm o dom de me fazer sentir um aconchego apenas por estar perto. 
Eu coleciono coisas que roubei dos meus amigos. 
E tenho dor de cabeça com frequência. 
Tudo que eu toco, quebra. 
Eu nunca tive sorte. 
Eu sou engraçada, até mesmo quando séria, pois mordo a língua como um leão pra passar a raiva. 
As pessoas me convidam, mas eu nunca apareço. 
Ninguém sabe por onde eu ando, nem o que comi no almoço. 
Esperam que eu ajude em algo que não sei dar nome.
A verdade é que as pessoas não me conhecem, não sabem a cor do meu cabelo, nem porque eu comprei um chinelo novo. 
A verdade é que elas precisam de alguém além delas mesmas, além da imagem fétida que vêem no espelho do quarto, além da bailarina que dança na caixa de música. 
A verdade é que essa garota não sou eu. 
Eu não tenho esse costume de dançar a música dos outros, e nada tenho comigo, além de um sapo que dorme em minha cama. 
Esse casaco não é meu, não fui eu quem dirigiu até aqui. 
Eu faço parte do sereno, mas não sou o orvalho. 
Os emaranhados do meu cabelo são como nós, porque eu nunca me importei com isso. 
Eu não sou o que conhecem, eu vou além do suco de morango e da bendita preguiça de fazer compras. 
Eu não sou Eu. "

Nos botões lá em cima, vão estar indentificações onde são divididas as minhas postagens das da Pri.
Qualquer pergunta nos comentários.
Bjs e boas leituras!!!

(Quastas vezes vocês já leram isso?)

Comentários

  1. Oi Laryssa, parabéns pela nova colaboradora. Assim fica melhor ter um blog né? hehe
    Beijos, boa sorte aqui.
    http://alanahomrich.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por ter arranjado uma companhia de leituras rsrsrs
    Vocês são bem novinhas, tenho a certeza que vão longe :)
    No meu blog eu tive uma colaborador uma vez, mas ele sumiu kkkk então agora além de mim a unica pessoa que pode mexer é meu namorado, ele dá uma ajudinha por lá ás vezes :)
    Boa sorte, e muito sucesso com o blog ^^

    Beijos
    Marta
    As Palavras Fugiram

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá leitor!!!
Obrigada por dividir sua opinião :*
Saiba que seu comentário muito provavelmente vai me deixar (Laryssa) pulando de alegria (literalmente, sou beeeeem exagerada :p).
Se você quiser que ele seja respondido, deixe um link, caso contrário, eu o responderei aqui mesmo no blog, tudo na medida do possível.
Beijoooooos *-*

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Enquanto Houver Vida Viverei - Laryssa e Milena

Resenha: Letras Finais - Luís Dill - Gui

Resenha: A Outra Face - Deborah Ellis - Gui